Psol protocola primeira ação que pode levar à ampla legalização do aborto

O PSOL 50 protocolou na noite de segunda-feira a primeira ação no STF que pede a legalização ampla do aborto, para qualquer gestação com até 12 semanas.

O aborto clandestino é a quarta causa de morte materna no Brasil. São milhares de vidas perdidas. Precisamos romper o silêncio e falar sobre aborto como a questão de Saúde Pública que é – e não de Segurança Pública.

O número de abortos ilegais já ultrapassa 1 milhão por ano no país e está claro: a proibição legal não impede essas mulheres de interromper suas gestações quando isso é necessário. Pelo contrário, a proibição leva a realização de procedimentos perigosos e complicações de saúde fatais.

É bom lembrarmos que as políticas de criminalização do aborto criam um recorte cruel que faz com que brasileiras pobres se submetam a abortos inseguros, em condições insalubres. Quem tem dinheiro consegue pagar por serviços que, mesmo ilegais, têm menos riscos. E para todas as mulheres o aborto é um procedimento doloroso, difícil e realizado como última opção. Nós acreditamos que as mulheres que estão passando por essa situação tão delicada não podem ser enviadas para a cadeia, nem para a morte. Por isso defendemos a descriminalização do aborto.

A BBC de Londres publicou importante matéria sobre o assunto: http://www.bbc.com/portuguese/brasil-39190495

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*