Movimento por uma Alternativa Independente e Socialista (MAIS) aprova entrada no PSOL

Foto-1-Congresso-do-MAIS

Durante congresso nacional realizado de 27 a 30 de julho, em São Paulo, a militância do Movimento por uma Alternativa Independente e Socialista (MAIS) aprovou a entrada da organização ao PSOL.

“Queremos atuar ombro a ombro com todas e todos do PSOL, para que, em cada embate da luta de classes, possamos elaborar conjuntamente a melhor política para a libertação dos trabalhadores e trabalhadoras, negras e negros, LGBTs, juventude, indígenas, sem-terras, sem-tetos e quilombolas”. afirma trecho do manifesto, aprovado pelo MAIS.

No partido, o debate sobre a filiação do grupo, que surgiu após rompimento de sua militância com o PSTU em 2016, já vem sendo feito há alguns meses. Após várias conversas entre dirigentes do MAIS e do PSOL, o Diretório Nacional aprovou resolução indicando que o 6º Congresso Nacional, que será em dezembro, aprove a entrada do MAIS. Até lá, seus militantes participarão das atividades do PSOL como convidados, incluindo o próprio Congresso, onde estarão como observadores.

O presidente nacional do PSOL, Luiz Araújo, comentou a decisão do grupo. “É com imensa alegria que nós recebemos a informação de que, no congresso do MAIS, esta organização decidiu ingressar nas fileiras do PSOL, se tornando uma corrente interna de nosso partido”.

Araújo destaca que o momento exige a unidade da esquerda contra os ataques em curso à população brasileira e, nesse sentido, a entrada do MAIS ao partido contribuirá para essa reorganização. “Nós estamos vivendo um momento de grandes dificuldades para o povo brasileiro, de retirada de direitos, mas também um momento de reorganização da esquerda e estamos empenhados para que esta reorganização da esquerda seja feita reunindo todos aqueles que lutam por democracia, por liberdade, que lutam pelo socialismo, aqueles que, nas ruas, estão se unindo contra o golpe, se unindo para não perder direitos. São bem vindos às fileiras do PSOL e, certamente, nesse processo congressual, as suas visões, as suas contribuições engrandecerão ainda mais o processo democrático de construção do programa para 2018 e da plataforma para reorganizar a esquerda no Brasil”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>