Nota Oficial da Bancada do PSOL Rio de Janeiro

PEZÃO SAI! A UERJ E O PATRIMÔNIO DO RIO DE JANEIRO FICAM!

O PSOL RJ repudia completamente as novas recomendações do malfadado Plano de Recuperação Fiscal. É um plano que não resolve de verdade as finanças, endivida ainda mais o Estado às custas do nosso patrimônio, do sacrifício dos servidores e das políticas sociais sucateadas e congeladas.

Agora, o conluio formado por Temer, Pezão, Rodrigo Maia, Meirelles e Moreira Franco passou dos limites ao atacar o Ensino Superior público e gratuito, atingindo em cheio a UERJ, UENF e UEZO. Não é só isso, a covardia deles ameaça também servidores de demissão e aumento maior ainda das alíquotas previdenciárias.

A crise tem responsável: O PMDB e seus aliados que saquearam o estado. O PSOL sempre propôs alternativas para aumentar a receita, como a cobrança da dívida ativa, a revisão dos benefícios fiscais e as compensações da Lei Kandir. Também defendemos propostas de cortes nos supersalários de servidores cedidos. Mas, para essas coisas acontecerem, Pezão teria que contrariar interesses de comparsas e doadores de campanha, muitos deles presos atualmente.

O impeachment de Pezão é urgente e é o começo para barrar esses ataques.

Já entramos com dois pedidos de impeachment contra esse desgoverno. Todos eles muito bem embasados e mostrando claramente os crimes de responsabilidade cometidos. O presidente da Alerj, e do PMDB, Jorge Picciani, de forma autoritária arquivou o primeiro e nem analisou o segundo.

Entramos com um recurso à Mesa Diretora para que o Plenário avalie o nosso pedido. Esse recurso segue na gaveta do atual presidente da Alerj, André Ceciliano (PT).

Cada deputado tem que ter a coragem de dizer se quer ou não que o PMDB continue governando o Estado. Não faltam crimes de responsabilidade e de corrupção praticados por esse grupo político que comanda o Estado e o Governo Federal.
#ForaPezão!

Bancada do PSOL na Alerj
Executiva Estadual do PSOL Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*