CPI da Fetranspor inicia trabalhos nesta terça-feira na Alerj

Depois de muitas dificuldades, finalmente a CPI dos Transportes da Alerj inicia seus trabalhos nesta terça-feira (20/2). A reunião marcada para 10 horas da manhã escolherá seu Vice-Presidente e o Relator da comissão que vai investigar irregularidades da gestão pública no setor de transportes, assim como apurar perdas econômicas e sociais no Estado do Rio de Janeiro. “Temos muito trabalho pela frente. A sociedade estará de olho. Esperamos que os membros da comissão contribuam, e não atrapalhem os trabalhos, para que possamos abrir essa caixa-preta e apontar soluções para o caos em que se encontra o setor de transportes em nosso estado”, disse o Presidente da Comissão, Eliomar Coelho (PSOL).
A CPI terá 90 dias para concluir os trabalhos, podendo ainda prorrogar por mais 60 dias. Após várias tentativas de manobras internas que feriram o regimento da Assembleia Legislativa, a CPI, o PSOL recorreu à Justiça. No dia 4 de dezembro de 2017, decisão unânime do Órgão Especial do Tribunal de Justiça determinou a instalação imediata da CPI, considerando ilegal a retirada da assinatura dos deputados. Vale lembrar que o pedido de CPI foi feito a partir de denúncias da Operação Ponto Final, da PF e do MPF no Rio, e de auditorias que constataram irregularidades nos diversos modais e na operacionalização da bilhetagem eletrônica. Diante de tais operações foi constatada a necessidade de uma maior apuração sobre as perdas do estado e os esquemas montados no sistema de transporte público.
Além do deputado Eliomar Coelho, que preside a CPI, o deputado Flávio Serafini do PSOL também compõe a comissão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*