Chico AlencarDeputado Federal

Chico Alencar
  • Nome completo: Francisco Rodrigues de Alencar Filho
  • Data de nascimento: 19/10/1949 (67 anos)
  • Estado civil: Divorciado
  • Naturalidade: Rio de Janeiro (RJ)
  • Escolaridade: Superior completo
  • Ocupação: Professor
Endereço: Rua Joaquim Silva, 56, 6º. Lapa. Rio de Janeiro (RJ)
Telefone: (21) 2232-4532 e (61) 3215-5848
Email: dep.chicoalencar@camara.leg.br

Perfil

Chico Alencar começou sua trajetória pública como presidente da Associação de Moradores da Praça Saens Peña (Amoapra), quando ainda era morador do bairro da Tijuca, Rio de Janeiro, nos anos 1980. Em seguida, foi diretor e presidente da Federação das Associações de Moradores do Estado do Rio de Janeiro (Famerj). Ligado aos setores progressistas da Igreja Católica, teve dois mandatos como vereador do Rio de Janeiro, de 1989-1992 e de 1993-1996.

Na Câmara de Vereadores, participou ativamente da elaboração da Lei Orgânica e da discussão do Plano Diretor da Cidade. Foi também presidente da Comissão de Educação e Cultura. Teve aprovados mais de 30 projetos de lei, sempre voltados para a melhoria dos serviços públicos e da qualidade de vida dos cidadãos.

Em 1996, candidatou-se à prefeitura, ficando em 3º lugar. Na época filiado ao PT, foi boicotado pela direção do partido, que apoiou outro candidato. Mesmo assim, Chico teve 642 mil votos, e não passou ao segundo turno por apenas 1,5%.

Em seguida, Chico foi eleito deputado estadual, de 1999-2002, o terceiro mais votado do estado. Na ALERJ, foi presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania e vice-presidente da Comissão de Educação. Em 2003, assumiu o primeiro mandato como deputado federal, ainda pelo PT, tendo sido o mais votado dentre os candidatos do partido.

Em 2005, Chico saiu do PT quando o candidato da sua chapa à presidência do partido, Plínio de Arruda Sampaio, perdeu a eleição para Ricardo Berzoini. Segundo Chico, não era ele quem saíra do PT, mas “o PT que saíra de si mesmo”. Sua reeleição a deputado federal, em 2006, já foi por seu novo partido, o PSOL.

Chico foi eleito novamente para deputado federal em 2010 como o segundo mais votado do estado, com 240.671 votos. E em 2014, foi novamente muito bem votado para seu quarto mandato como deputado federal, com 195.964 votos.

Desde 2006, é incluído na lista dos “100 parlamentares mais influentes do Congresso”, divulgada anualmente pelo Diap. Em 2008, Chico novamente foi candidato à prefeitura. Chico venceu, por nove vezes, o Prêmio Congresso em Foco de melhor deputado do Brasil. Na votação entre jornalistas que cobrem Brasília, ficou em primeiro lugar sete vezes (2009 a 2015), e na eleição entre internautas, mais duas (2010 e 2011). Em 2015, foi premiado como um dos cinco parlamentares que foram finalistas do prêmio em todas as edições.

Transparência

Equipe de gabinete

Coordenadores do Mandato
Léo Lince do Carmo Rodrigues
Ricardo Silva Brito
Veraci Sousa da Cunha Alimandro
Vera Lúcia Siqueira Gonçalves
Nathalie Illa Longhi Drumond (Comunicação)