Paulo Eduardo GomesVereador

peg
  • Nome completo: Paulo Eduardo Gomes
  • Data de nascimento: 24/10/1950 (66 anos)
  • Naturalidade: Rio de Janeiro (RJ)
  • Escolaridade: Superior completo
  • Ocupação: Vereador por Niterói
Endereço: Endereço: Avenida Amaral Peixoto, 625 – Centro – Niterói
Telefone: (21) 3716-8600 ramal 217 | 2622-9760
Email: pegomes.peg@gmail.com

Perfil

Paulo Eduardo nasceu em 1950. Ainda jovem foi professor de física do Liceu Nilo Peçanha onde também estudou. Engenheiro formado pela Universidade Federal Fluminense – UFF, trabalhou 26 anos na Embratel e presidiu por três mandatos, de 1984 a 1990, a Associação de Empregados – AEBT/RJ que ajudou a fundar. Neste período, Paulo Eduardo foi atuante na organização de sua categoria.

Diretor de Pesquisa e Tecnologia do Sindicato dos Telefônicos do Rio de Janeiro – SINTTEL/RJ – de 1990 a 1992 e Secretário Geral da Federação Interestadual dos Trabalhadores em Telecomunicações – FITTEL – até 1993, teve importante papel na formulação de políticas públicas e democráticas de telecomunicações e comunicação social defendidas por sua categoria junto à Assembléia Nacional Constituinte de 1986. Representando os profissionais de engenharia, participou do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA).

Em 1996, Paulo Eduardo foi, pela primeira vez, candidato a Prefeito de Niterói pelo PT. O segundo lugar obtido expressou a vontade de mais de 29 mil eleitores que se opunham à administração populista do PDT de Jorge Roberto Silveira na cidade.

Em 2000, aceitou a tarefa de representar a unidade da esquerda petista em Niterói para recuperar o mandato perdido com a morte do saudoso e combativo vereador João Batista Petersen. Paulo Eduardo foi eleito vereador pela primeira vez com uma das maiores votações da história da cidade: 6.550 votos.

Paulo Eduardo exerceu o seu mandato popular ao lado dos trabalhadores e estudantes. Sua luta constante contra os interesses da especulação imobiliária, contra o aumento dos gabaritos e da construção desenfreada dos espigões na cidade tornou seu mandato uma referência para os movimentos populares e sociais de Niterói. Sendo reeleito novamente com expressiva votação, seguiu firme e coerente na defesa de um projeto de mudança para Niterói.

Em 2002, foi o primeiro parlamentar do PT a questionar nas ruas o projeto de reforma da previdência proposto pelo governo Lula recém eleito. Junto com os deputados Luciana Genro e Babá participou dos primeiros movimentos para criação de um novo partido socialista. Em 2005, diante da traição e degeneração irreversível do PT, que se entregou à lógica do capital e se afundou em escândalos como o do mensalão, Paulo Eduardo se desfiliou do partido juntamente com centenas de militantes e ingressou no Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). Em 2008, foi o primeiro candidato do PSOL à prefeitura de Niterói, articulando uma Frente de Esquerda com o PCB e o PSTU. Enfrentando as milionárias campanhas de Rodrigo Neves (PT) e de Jorge Roberto Silveira (PDT), recebeu mais de 22 mil votos, obtendo assim um dos maiores resultados do PSOL naquelas eleições nos municípios do Brasil.

Em 2012, Paulo Eduardo Gomes novamente foi eleito vereador. Agora 8.011 eleitores fizeram dele o vereador mais votado da cidade de Niterói. Na Câmara Municipal, disputou a presidência do Poder Legislativo apresentando um projeto de transparência, acesso às informações e profissionalização da Casa.

Eleito presidente da Comissão de Saúde e Bem Estar da Câmara Municipal, Paulo Eduardo vem atuando em conjunto com os usuários e trabalhadores para valorizar os funcionários municipais de saúde além de melhorar os equipamentos e as condições das unidades de saúde da cidade. Como conselheiro de saúde do município, reforça o controle social do SUS e combate todas as formas de privatização da saúde através das Organizações Sociais (OSs), fundações de direito privado e a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares de s (EBSERH). Para isso, defende o fortalecimento da Frente Nacional de Saúde, do Fórum Estadual de Saúde e do Fórum contra a Privatização das Políticas Públicas de Niterói.

Ao lado dos trabalhadores e estudantes, o novo mandato Paulo Eduardo segue na defesa da ampliação dos direitos sociais contra as tentativas de privatização da saúde, educação, dos espaços e recursos públicos. Seu mandato está a serviço da construção de uma sociedade verdadeiramente democrática com participação e justiça socioambiental.